2 – (ufba) Sobre o modelo atômico proposto por Dalton, considere as alternativas abaixo e verifique qual(ais) delas está




Yüklə 200.94 Kb.
səhifə1/3
tarix27.02.2016
ölçüsü200.94 Kb.
  1   2   3




1 – (UFRGS) Uma moda atual entre as crianças é colecionar figurinhas que brilham no escuro. Essas figuras apresentam em sua constituição a substância sulfeto de zinco. O fenômeno ocorre porque alguns elétrons que compõem os átomos dessa substância absorvem energia luminosa e saltam para níveis de energia mais externos. No escuro, esses elétrons retornam aos seus níveis originais, liberando energia luminosa e fazendo a figurinha brilhar. Essa característica pode ser explicada considerando-se o modelo atômico proposto por:

a) Dalton. b) Thompson. c) Lavoisier. d) Rutherford. e) Bohr.


2 – (UFBA) Sobre o modelo atômico proposto por Dalton, considere as alternativas abaixo e verifique qual(ais) delas está(ão) correta(s).

01) Um dos postulados proposto por Dalton afirma que o átomo é uma esfera maciça e indivisível.

02) As reações químicas constistem apenas em um rearranjo dos átomos no espaço.

04) O modelo de Dalton não foi capaz de explicar a Lei da Conservação da Massa e a Lei das proporções múltiplas.

08) O átomo de Dalton é comparado à um “pudim de passas”.

16) Dalton se baseou na Corrente filosófica defendida por Platão e Aristóteles, que intitulava a matéria destituída de átomos.


3 – (UFBA) Sobre os modelos atômicos, assinale o que for incorreto.

01) O modelo que suscitou a idéia do átomo constituído de duas regiões distintas foi proposto pelo químico francês John Dalton, no início do século XIX.

02) Os filósofos gregos Demócrito de Abdera e Leucipo acreditavam na continuidade da matéria, ou seja, se continuássemos a dividir uma porção qualquer de matéria nunca chegaríamos num fim; porém, em contrapartida, Aristóteles defendia a idéia de que a matéria era constituída de partículas microscópicas e indivisíveis, na qual ele denominou de átomos.

04) O cientista Chadwick, em 1932, estudando descargas elétricas em gases submetidos a baixa pressão (gases rarefeitos), descobriu o elétron, uma partícula menor que o átomo que apresenta carga elétrica negativa; portanto estava provado que o átomo não era indivisível como afirmava Aristóteles.

08) O físico dinamarquês Niels Bohr provou, com base em dados experimentais, que o átomo era uma pequena estrutura que se assemelha (analogamente) a uma bola de bilhar.

16) Para o físico neozelandês Ernest Rutherford o átomo é uma estrutura esférica em alusão ao Sistema Solar, ou seja, o núcleo corresponde ao Sol e os elétrons se comportam como os planetas orbitando ao redor do mesmo.


4 – (UFBA) O modelo que elucida o átomo em alusão ao nosso Sistema Solar (Sol = núcleo; planetas = elétrons) foi proposto por

01) Thompson. 02) Dalton. 04) Bohr. 08) Lavoisier.

16) Rutherford.

5 – ( UFBA) A respeito da experiência de Rutherford, verifique as afirmações a seguir e na sequência dê como resposta a soma algébrica das afirmações corretas.

01) A experiência consistiu no bombardeamento de partículas alfa sobre uma finíssima lâmina de ouro.

02) Rutherford foi o primeiro a provar que o modelo de Dalton estava errado, ao afirmar que átomo era uma esfera indivisível.

04) Com esta experiência Rutherford concluiu que o átomo é constituído de uma região central chamada núcleo, onde se encontram os prótons, partículas carregadas negativamente, e

que por sua vez concentram praticamente toda a massa do átomo.

08) Uma das conclusões a que se chegou Rutherford foi que existe uma região extranuclear que ele denominou eletrosfera, onde se encontram os elétrons.

16) Uma dúvida que ocorreu em Rutherford ao término de sua experiência foi “por que os elétrons giram ao redor do núcleo e não dissipam energia?”.
6 – (UFBA) No início do século XX, verificou-se que um elétron numa mesma camada, apresentava energias diferentes. Tal fato não poderia ser possível se as órbitas fossem circulares. Então o mesmo sugeriu que as órbitas fossem elípticas, pois elipses apresentam diferentes excentricidades, ou seja, distâncias diferentes do centro, gerando diferentes energias para uma mesma camada eletrônica. Assinale a alternativa que apresenta o físico teórico responsável por tal contribuição.

01) Louis de Broglie (~1924).

02) Sommerfeld (~1925).

04) Schöndinger (~1927).

08) Niels Bohr (~1913).

16) Heisenberg (~1927).


7 – (UFBA) Em 1905 Albert Einstein publicou um artigo fornecendo uma explicação simples para um problema que intrigava os cientistas desde 1827: a existência dos átomos. Analise as afirmativas a seguir à luz das teorias atômicas e na seqüência assinale o que for correto.

01) Rutherford, com base em seus experimentos, defendeu um modelo atômico no qual os prótons estariam confinados em um diminuto espaço, denominado núcleo, ao redor do qual estariam dispersos os nêutrons.

04) A teoria de Rutherford não explicava a estabilidade da estrutura atômica. Para completar o modelo proposto, Bohr elaborou uma teoria sobre a distribuição e o movimento dos átomos.

08) É importante conhecer a distribuição eletrônica, ou seja, as prováveis posições dos elétrons em um átomo, porque, a partir dela, pode-se prever a reatividade de um dado elemento.

16) Hoje, o modelo atômico de Bohr é conhecido como modelo atômico atual, ou modelo do orbital.
8 – (UNESP) Modelo no contexto da Ciência é uma representação de algo que não se pode observar diretamente. Pensando no átomo, ao longo dos séculos, vários modelos e hipóteses foram propostos, na tentativa de explicar a estrutura e existência de tais partículas. Com base neste pressuposto e nos seus conhecimentos sobre a evolução histórica dos modelos atômicos, discorra sobre cada uma das colocações abaixo, a respeito deste tema.

i) Matéria descontínua;

ii) Matéria contínua;

iii) Modelo Atômico de Dalton;

iv) Modelo Atômico de Thompson;

v) Modelo Atômico de Rutherford;

vi) Modelo Atômico de Bohr;

vii)Modelo da Mecânica Quântica.
9 – (UFMG) Em fogos de artifício, observam-se as colorações, quando se adicionam sais de diferentes metais às misturas explosivas. As cores produzidas resultam de transições eletrônicas. Ao mudar de camada, em torno do núcleo atômico, os elétrons emitem energia nos comprimentos de ondas que caracterizam as diversas cores. Esse fenômeno pode ser explicado pelo modelo atômico proposto por

a) Niels Bohr. b) Jonh Dalton. c) J.J. Thomson.

d) Ernest Rutherford.
10 – (FCMSC-SP) A frase: “Do nada, nada; em nada, nada pode transformar-se” relaciona-se com as ideias de:

a) Dalton. b) Proust. c) Boyle. d) Lavoisier. e) Gay-Lussac.


11 – ( UFMG) Dada a seguinte reação de combustão do etanol:

C2H6O + 3 O2 2 CO2 + 3 H2O, De acordo com a estequiometria da reação, 10g de etanol reagem com 21g de oxigênio, produzindo 19g de gás carbônico e 12g de água. Pode-se afirmar que o texto acima está de acordo com a lei de:

a) Dalton. b) Boyle. c) Proust. d) Charles. e) Lavoisier.
12 – (UFG-GO) Existem, pelo menos, duas correntes de pensamento que explicam o surgimento da vida em nosso planeta; uma é denominada “criacionista” e a outra, “evolucionista”. Considerando-se as leis e os princípios da Química, o “criacionismo” contraria

a) o princípio de Heisenberg.

b) a lei de Lavoisier.

c) o segundo postulado de Bohr.

d) o princípio de Avogadro.

e) a lei de Hess.


13 – (UFPI) Acerca de uma reação química, considere as seguintes afirmações:

I. A massa se conserva. II. As moléculas se conservam. III. Os átomos se conservam.

São corretas as afirmativas:

a) I e II apenas. b) II e III apenas. c) I e III apenas.

d) I apenas. e) III apenas.
14 – (UFPA) Acerca de uma reação química, considere as seguintes afirmações:

I. A massa se conserva. II. As moléculas se conservam. III. Os átomos se conservam. IV. Ocorre rearranjo dos átomos.

Está correto o que se afirma em:

a) I e II, apenas. b) III e IV, apenas. c) I, III e IV, apenas. d) II, III e IV, apenas e) I, II, III e IV.


15 – (UFPA) Comparando reagentes e produto na reação CO (g) + 1 / 2 O2 (g) CO2 (g), pode-se dizer que apresentam iguais:

I. Número de átomos. II. Número de moléculas. III. Massa.

Dessas afirmações, apenas:

a) I é correta. b) II é correta. c) III é correta.

d) I e II são corretas. e) I e III são corretas.
16 – ( UFMA) Considerando a reação 2 NO + O2 2 NO2 , efetuada a pressão e temperatura constantes, podemos afirmar que, durante a reação, permanecem constantes:

a) A massa e o volume totais do sistema.

b) A massa total e o número total de moléculas.

c) A massa total e o número total de átomos.

d) O volume total e o número total de moléculas.

e) O volume total e o número total de átomos.


17 – (UNESP) A afirmativa “Numa reação química, a soma das quantidades dos reagentes é igual à soma das quantidades dos produtos da reação”.

a) É sempre verdadeira na química.

b) Só é verdadeira quando as quantidades forem em massa.

c) Só é verdadeira quando as quantidades forem em volume.

d) É verdadeira quando as quantidades forem em massa ou em número de moléculas.

e) É verdadeira quando as quantidades forem em volumes ou em número de moléculas.


18 – (FAESA) Considerando a reação abaixo:

efetuada à pressão e temperatura constantes, podemos afirmar que, durante a reação, permanecem constantes:

a) A massa e o volume totais do sistema.

b) A massa total e o número de moléculas.

c) A massa total e o número de átomos.

d) O volume total e o número total de moléculas.

e) O volume total e o número de total de átomos.
19 – (FAAP) A reação entre 23g de álcool etílico e 48g de oxigênio produziu 27g de água, ao lado de gás carbônico.

A massa de gás carbônico obtida foi de:

a) 44g. b) 22g. c) 61g. d) 88g. e) 18g.
20 – ( UFRAM) Dada a seguinte reação de combustão do etanol:

C2H6O + 3 O2 2 CO2 + 3 H2O

De acordo com a estequiometria da reação, 10g de etanol reagem com certa massa de oxigênio, produzindo 19g de gás carbônico e 12g de água. Pode-se afirmar que a massa de oxigênio necessária para reagir completamente com todo o álcool usado é de:

a) 12g. b) 18g. c) 21g. d) 32g. e) 64g.


21 – (Fuvest-SP) Quando 96g de ozônio se transformam completamente, a massa de oxigênio comum produzida é igual a:

a) 32g. b) 48g. c) 64g. d) 80g. e) 96g.


22 – (UFMG) Em um experimento, soluções aquosas de nitrato de prata, AgNO3, e de cloreto de sódio, NaCl reagem entre si e formam cloreto de prata, AgCl_, sólido branco insolúvel, e nitrato de sódio, NaNO3, sal solúvel em água.

A massa desses reagentes e a de seus produtos estão apresentadas neste quadro:



Considere que a reação foi completa e que não há reagentes em excesso. Assim sendo, é CORRETO afirmar que X, ou seja, a massa de cloreto de prata produzida é:

a) 0,585 g. b) 1,434 g. c) 1,699 g. d) 2,284 g. e) 2,866 g.
23 – (UFRJ) Dois frascos, A e B, contendo diferentes reagentes, estão hermeticamente fechados e são colocados nos pratos de uma balança, que fica equilibrada como mostra o diagrama abaixo.

Os frascos são agitados para que os reagentes entrem em contato. As seguintes reações ocorrem:

Frasco A: Na2SO4 + Ba(NO3)2 2 NaNO3 + BaSO4 (precipitado branco)

Frasco B: Zn (s) + H2SO4 ZnSO4 + H2(g)

Assim coloque (V) verdadeiro e (F) falso;

( ) Com o andamento das reações o braço da balança pende para o lado do frasco A.

( ) Com o andamento das reações o braço da balança pende para o lado do frasco B.

( ) Com o andamento das reações os braços da balança permanecem na mesma posição.

( ) Este experimento envolve uma reação ácido–base.

( ) Este experimento envolve uma reação de oxidação–redução


24 – ( UEPA) Dado o fenômeno abaixo:

metano + oxigênio gás carbônico + água

(x + 3)g (6x + 2)g (6x - 8)g (3x + 3)g

Podemos afirmar que:

a) Estão reagindo 5g de metano com 32g de oxigênio.

b) A massa de água produzida é de 33g.

c) São obtidos 38g de gás carbônico.

d) O oxigênio usado pesa 32g.

e) A massa total dos reagentes é de 15g.
25 – ( FAAP) Num recipiente foram misturados 5g de hidrogênio com 42g de oxigênio. Após a reação pudemos observar, ao lado do oxigênio, a formação de 45g de água. A massa do oxigênio em excesso é de:

a) 47g. b) 15g. c) 40g. d) 87g. e) 2g.


26 – (UFGO) De acordo com a lei de Lavoisier, quando fizermos reagir completamente, em ambiente fechado 1,12g de ferro com 0,64g de enxofre, a massa, em gramas, de sulfeto de ferro obtida será de:

a) 2,76g. b) 2,24g. c) 1,76g. d) 1,28g. e) 0,48g.


27 – ( UFMT) Provoca-se reação da mistura formada por 10,0g de hidrogênio e 500g de cloro. Após a reação, constata-se a presença de 145g de cloro remanescente, junto com o produto obtido. A massa, em gramas, da substância formada é:

a) 155g. b) 290g. c) 365g. d) 490g. e) 510g


28 – (UFRJ) Os pratos A e B de uma balança foram equilibrados com um pedaço de papel em cada prato e efetuouse a combustão apenas do material do prato A. Esse procedimento foi repetido com palha de aço em lugar de papel. Após cada combustão, observou-se:




29 – ( UFMT) A queima de uma amostra de palha de aço produz um composto pulverulento de massa:

a) menor que a massa original da palha de aço

b) igual à massa original da palha de aço

c) maior que a massa original da palha de aço

d) igual à massa de oxigênio do ar que participa da reação

e) menor que a massa de oxigênio do ar que participa da reação


30 – (UFMA) 18g de um metal são adicionados a 40g de enxofre. Após a reação, verifica-se a formação de 50g de sulfeto do metal ao lado de excesso de enxofre. A massa de enxofre que não reagiu foi de:

a) 4g. b) 6g. c) 8g. d) 10g. e) 12g.



31 – (UNICAMP) Numa balança improvisada, feita com um cabide, como mostra a figura abaixo, nos recipientes (A e B) foram colocadas quantidades iguais de um mesmo sólido, que poderia ou ser palha de ferro ou ser carvão.

Foi ateado fogo à amostra contida no recipiente B. Depois de cessada a queima, o arranjo tomou a seguinte disposição:

a) Considerando o resultado do experimento, decida se o sólido colocado em A e B era palha de ferro ou carvão. Justifique.


b) Escreva a equação química da reação que ocorreu
32 – ( UFPI) Querendo verificar a Lei da Conservação das Massas (Lei de Lavoisier), um estudante realizou a experiência esquematizada abaixo:

A reação que ocorre é a seguinte: K2CO3 (s) + 2 HNO3(aq)

2 KNO3 (aq) + H2O (l) + CO2 (g)

Terminada a reação, o estudante verificou que a massa final era menor que a massa inicial. Assinale a alternativa que explica o ocorrido:

a) A lei de Lavoisier não é válida nas condições normais de temperatura e pressão.

b) A lei de Lavoisier não é válida para reações em soluções aquosas.

c) De acordo com a lei de Lavoisier a massa dos produtos é igual à massa dos reagentes quando estes se encontram no mesmo estado físico.

d) Para se verificar a lei de Lavoisier é necessário que o sistema seja fechado, o que não ocorreu na experiência realizada.

e) Houve excesso de um dos reagentes, o que invalida a lei de Lavoisie
33 – ( UNAMA) Na preparação de pães e bolos, utiliza-se fermento para crescer a massa. Considere uma receita preparada com 150g de farinha de trigo, 100g de açúcar, 50g de manteiga, 300g de ovos e 20g de fermento. Depois de crescida, a mistura pesará aproximadamente:

a) 1240g. b) 620g. c) um valor intermediário entre 620g e 1240g. d) 1860g.

e) um valor intermediário entre 1240g e 1860g.
34 – ( UFMT) 8g de hidróxido de sódio reagem com quantidade suficiente de ácido sulfúrico produzindo 14,2g de sulfato de sódio e certa quantidade de água. Que massa de hidróxido de sódio é necessária para, em reação com o ácido sulfúrico, produzir 35,5g de sulfato de sódio?

a) 7,1g. b) 14,2g. c) 21,3g. d) 20g. e) 16g.


35 – (UNAMA) Com respeito à tabela:

I) O valor de “x” é 32g.

II) O valor de “y” é 6g.

III) O valor de “z” é 22g.

IV) Os cálculos usaram as leis de Lavoisier e Proust.

a) apenas I, II e III são corretas.

b) apenas I e III são corretas.

c) apenas I e II são corretas.

d) apenas I é correta.

e) todas são corretas


36 – ( USP) Hidrogênio reage com oxigênio na proporção 1: 8, em massa, para formar água. A partir da reação descrita e completando com valores, em gramas, os espaços preenchidos com X, Y e Z na tabela a seguir, teremos, respectivamente:

a) 32; 1 e 56. b) 36; 2 e 52. c) 32; 2 e 56.

d) 36; 1 e 56. e) 36; 1 e 60.
37 – (UFAL) Analise os dados abaixo referentes a uma série de três experiências realizadas, envolvendo uma determinada reação (os dados constantes nesta tabela correspondem às quantidades estequiometricamente envolvidas na reação).

Na terceira experiência houve formação de 35,0g de “D”. A massa de C na terceira experiência foi de:

a) 25,0g. b) 37,5g. c) 45,0g. d) 75,0g. e) 105,0g.
38 – (UEPA) Qualquer que seja a procedência ou processo de preparação do NaCl, podemos afirmar que sua composição é sempre 39,32% de sódio e 60,68% de cloro, com base na lei de:

a) Lavoisier. b) Dalton. c) Proust. d) Richter. e) Avogadro.


39 – (UNESP) A lei de Proust diz: “Quando qualquer substância composta é formada, seus elementos se combinam entre si, numa proporção em massa rigorosamente definida”. Sabendo-se que a água é formada numa proporção em massa igual a 1 g de hidrogênio para 8 g de oxigênio, a combinação de 5,0 g de hidrogênio com 24 g de oxigênio resultará em:

a) 18 g de água e 6 g de excesso de oxigênio.

b) 29 g de água.

c) 18 g de água e 2 g de excesso de hidrogênio.

d) 27 g de água e 2 g de excesso de hidrogênio.

e) 27 g de água e 2 g de excesso de oxigênio.



40 – (UFSC) Sabe-se que 2 g de hidrogênio reagem completamente com 16 g de oxigênio. Se colocarmos para reagir 6g de hidrogênio com 32 g de oxigênio, a massa de água que se formará será:

a) 36 g. b) 38 g. c) 18 g. d) 19 g. e) impossível de ser prevista.


41 – (UFPE) Adiciona-se a um béquer, contendo 800,0 mL de uma solução aquosa de ácido clorídrico, 1,20 mols/L, 40,0g de uma amostra de carbonato de cálcio impuro. Após o término da reação, verificou-se que o gás obtido nas CNTP ocupou um volume igual a 4,54L. Dados: Vm = 22,7L/mol, ma(Ca) = 40u, ma(C) = 12u, ma(O) = 16u É CORRETO afirmar, em relação a essa reação, que:

a) a quantidade de ácido clorídrico contida no béquer é insuficiente para consumir todo carbonato de cálcio.

b) o carbonato de cálcio utilizado nessa reação tem pureza igual a 65%.

c) após o seu término, há um excesso de 0,16 mol de ácido clorídrico.

d) o carbonato de cálcio apresenta um grau de impurezas de 30%.

e) há um excesso de 0,56 mol de ácido clorídrico após o término da reação.


42 – (IFBA) O quociente entre as massas de dois elementos A e B, que reagem exatamente entre si originando o composto AB, é igual a 0,75. Misturando-se 24,0g de A e 40,0g de B, ao término da reação, verifica-se que:

a) houve a formação de 64,0 g de AB.

b) houve a formação de 56,0 g de AB, com excesso de 8,g de A.

c) 80 % da massa de B reagiram completamente com 24g de A.

d) 16,0 g de A reagem integralmente com 40,0 g de B.

e) não há reação, porque as massas postas em contato não são estequiométricas.


43 – (FAAP) Considere as substâncias M, P, Q, R, componentes da equação M + P Q + R. Ao se utilizar 10,0 g de P, obteve-se 4,0 g de Q; em outra experiência utilizou-se 10,0 g de M e obteve-se 20,0 g de R. Concluiu-se que, num terceiro experimento, a massa de R obtida a partir de 5,0 g de P é:

a) 2,0 g. b) 5,0 g. c) 6,0 g. d) 10,0 g. e) 20,0 g.


44 – (UFRJ) Na reação genérica A + B C + D a relação entre as massas de A e B é igual a 0,6 e de B e C é igual a 2. Colocando-se 80 g de B para reagir com A, pode-se afirmar que a massa formada de D é igual a:

a) 40 g. b) 48 g. c) 80 g. d) 88 g. e) 100 g.


45 – (FATEC) O composto B5H9 poderia ser um excelente combustível para foguetes em virtude da grande quantidade

de energia liberada na sua combustão.

....... B5H9 + ........ O2 ........ B2O3 + ....... H2O

Quantos mols de oxigênio (O2) são consumidos na combustão completa de um mol de B5H9 ?

a) 4. b) 6. c) 9. d) 10. e) 18
46 – (UNAMA) Os números atômicos e de massa dos átomos A e B são dados em função de “x”.

Sabendo-se que o número de massa de A é igual ao número de massa de B, podemos concluir que:

a) A e B pertencem ao mesmo elemento químico.

b) B possui 16 nêutrons.

c) o número atômico de A é 15.

d) o número de nêutrons é igual ao número de prótons para o átomo A.

e) o número de massa de B é 33.

  1   2   3


Verilənlər bazası müəlliflik hüququ ilə müdafiə olunur ©azrefs.org 2016
rəhbərliyinə müraciət

    Ana səhifə